[09/16] A SURPREENDENTE VERDADE QUE NUNCA CONTARAM A VOCÊ SOBRE A IMPORTÂNCIA DO JUST IN TIME NO TRANSPORTE DE CARGAS FRACIONADAS

Just in Time

Redução de custos com qualidade, vendas com resultado e entregas dentro do prazo, são situações chave para as empresas e principalmente para o sistema Just In Time.

Então vamos às primeiras considerações:

  • Nos dias de hoje existem complexidades no sistema produtivo
  • A cadeia de Entrada, Processamento e Saída tem que funcionar como uma engrenagem
  • Recebimentos de insumos têm que ocorrer conforme combinado devido às linhas de produção
  • Bem como a entrega do produto acabado tem que ocorrer conforme prazos estipulados
  • Ou seja, tudo tem que ser dentro do tempo justo.

Estes tópicos são processos dentro da logística e principalmente dentro do sistema Just In Time.

Podemos afirmar também, que no sistema Just In Time, mais do que nunca, você estará envolvido com a produção do seu cliente e consequentemente quanto às expedições, estando aí à relação com o transporte de cargas fracionadas.

E pode ter certeza, que todo este sistema hoje em dia faz parte do fluxo de coletas e entregas das transportadoras de cargas fracionadas.

É necessário que você conheça tudo isso para a fidelização do seu cliente, pois se você sabe como funciona todo o fluxo de compra de insumos e venda (expedição) dos produtos acabados, então você saberá das necessidades e como prover soluções para o seu cliente.

Portanto, se você quer dominar a arte da técnica Just in Time, com o foco em realmente resolver o problema do cliente, continue lendo este artigo. Nele vamos falar sobre:

  • O que é Just In Time
  • Just in Time Não é Entrega Expressa
  • Onde o Just In Time é Mais Utilizado Hoje nas Empresas (Inbound)
  • Por Que Surpreendentemente Esse Pode Ser o Maior Diferencial Outbound da Sua Transportadora
  • O Tempo é o Maior Valor Dentro do Serviço de Carga Fracionada
  • Ensine Seu Cliente, Para Ambos Lucrarem
  • O Uso do Just In Time no Varejo
  • A Importância do Ponto de Pedido no Just In Time
    • Estoque de Segurança
    • Lote Econômico

Gostou do que vem por aí? Então compartilhe esse post com seus amigos para que mais e mais pessoas entendam o que é este conceito, e a importância do seu uso na operação de carga fracionada.

O QUE É JUST IN TIMEO Que É Just in Time

O sistema Just In Time foi criado há mais de 50 anos, quando a Toyota buscava uma forma de melhorar e ganhar mais agilidade na produção.

Após uma visita de um de seus fundadores às linhas de montagens de fábricas de veículos nos Estados Unidos, assimilaram a forma de trabalhar dos americanos e melhoraram os processos com qualidade.

Tendo o processo implementado na Toyota, o resultado não demorou a aparecer, a exemplo de:

  • No processo anterior, a Toyota demorava 1 hora para preparar uma prensa de 800 toneladas, que usava para moldar capôs de para-choques
  • Com o novo processo Just In Time, este tempo foi reduzido para 12 minutos

Conceitualmente Just In Time é uma sistemática de gestão de inventário em que os componentes, as matérias-primas e mercadorias em geral chegam ao local de destino exatamente quando necessários.

Os objetivos do sistema JIT (Just In Time) são prover:

  • O material correto
  • No local correto e
  • No momento correto

Esta filosofia de planejamento e controle de inventário é que aciona os recursos de produção, sejam esses internos ou externos, providenciando apenas quando são necessários para atender a demanda do recurso seguinte.

Todo este esforço visa sincronizar e minimizar os níveis de inventário ao longo da cadeia de abastecimento.

E é aqui que entra você, pois todo este conceito depende de:

  • Coletas roteirizadas
  • Acionamento de recursos em alta frequência
  • Layout e processos ajustados para trabalhar com pequenos lotes

Para você aprender a analisar, tente entender como funciona toda a cadeia de entrada, processamento e saída do seu cliente embarcador, então você poderá criar e propor soluções de transportes a ele.

JUST IN TIME NÃO É ENTREGA EXPRESSAJust In Time Não É Entrega Expressa

Conforme o artigo sobre entrega expressa que escrevemos nesta série, o conceito é resumidamente como sendo uma carga com maior prioridade de entrega sobre as demais.

Conhecido em outros países como Courier.

Mas vamos lá, conforme o conceito, podemos dizer que o JIT (Just In Time) é o processo que se produz o necessário, no momento necessário e na quantidade necessária.

Então, onde está a diferença?

A diferença é que a entrega expressa, para a grande maioria das empresas, se caracteriza por necessidades pontuais, onde determinado produto tem a necessidade de tempo mais urgente para ser entregue, sobre todas as demais.

E no Just In Time o fluxo de coletas e entregas para o processo é contínuo estando sempre em sintonia constante com as necessidades de fluxo de produção do cliente.

Mas aqui coloco uma reflexão para você e reforço à ideia de:

  • Conheça TODO o fluxo do seu cliente
  • Pois a ideia do Just In Time, pode até não ser utilizada por parte dos seus clientes
  • Porém, você conhecer todo o processo do embarcador, é fundamental para um bom relacionamento com os clientes que utilizam desta ferramenta

ONDE O JUST IN TIME É MAIS UTILIZADO HOJE NAS EMPRESASUso Inbound - Just In Time nas Empresas

No Inbound, mas por quê?

Vamos entender, através do conceito deste termo.

Inbound na logística é o segmento que também chamamos de logística de entrada, e corresponde ao conjunto de operações relativas ao fluxo de materiais e informações desde a fonte das matérias primas até a entrada da fábrica.

É, portanto a logística dos insumos da empresa.

Aí vemos a importância do Just In Time, pois esta ferramenta baseia-se na busca da melhoria dos processos internos de produção, sendo o recebimento de insumos o começo desta cadeia, temos então a noção da necessidade de cuidado com o início de todo o processo.

Logicamente o transporte fracionado, faz relação à prática do inbound.

POR QUE ESSE PODE SER O MAIOR DIFERENCIAL OUTBOUND DA SUA TRANSPORTADORA

Ao pé da letra, outbound significa: de ida, de partida.

Sendo assim o produto acabado do seu cliente, pode ser a entrada da matéria prima do cliente do seu embarcador.

Parece confuso, mas é simples.

Todas as empresas têm clientes, e muitas empresas produzem a matéria prima destes clientes, sendo assim:

  • Se você conseguir ser um excelente fornecedor de serviços logísticos para estes clientes de outbound (produto acabado)
  • Poderá reduzir tempo e custos nas entregas destes produtos aos clientes do seu embarcador
  • Tornando o inbound destas empresas mais efetivo e barato.

CONTEÚDO VIP

Coloque seu e-mail abaixo para receber gratuitamente atualizações, artigos e dicas.

Essa questão, Outbound, se torna o elo essencial para sua transportadora e a finalização do processo just in time.

E por quê?

Porque este é o elo final da cadeia de suprimentos, onde envolve o consumidor final e dois negócios comerciais, sendo:

  • As tratativas comerciais, seu cliente com o destinatário e
  • As tratativas comerciais, você e o embarcador

Segue abaixo uma representação desta cadeia até o outbound:

Saída de Caixas
Gestão Estoques
Entrada de Caixas
$$$ComprasProcessamento de MateriaisSub-MontagemMontagem$$$
FornecedoresEstoque de Matéria PrimaEstoque em ProcessoEstoque Prod. AcabadosDistrib. FísicaClientes

Com todo este explicativo, você consegue entender a importância do outbound no transporte.

Você é chave fundamental em todos estes fluxos de recebimento e expedição do seu embarcador.

O TEMPO É O MAIOR VALOR DENTRO DO SERVIÇO DE CARGA FRACIONADATempo é fundamental

Se em uma entrega o tempo já é fator importante, no sistema Just In Time é determinante, pois todo o processo tem que fluir, tem que funcionar como uma engrenagem.

A maior característica do Just In Time é produzir e entregar produtos a tempo de serem vendidos.

Então vamos buscar um melhor entendimento, exemplificando:

  • Para o cliente, o tempo de troca de um lote fabricado para outro se dá no momento final da produção
  • Sendo assim, concluindo a produção, este é expedido buscando a entrega conforme o combinado entre transportadora e destinatário final
  • Se o cliente já trabalha praticamente sem estoque ou com um estoque mínimo, uma falha no tempo para entrega de um produto que faça parte da produção ou para entrega do produto acabado no destinatário, pode comprometer todo o processo

Sendo assim, aqui também, tempo é dinheiro. Entregar no tempo programado é necessário para que toda a engrenagem do Just In Time, funcione.

ENSINE SEU CLIENTE, PARA AMBOS LUCRAREM

Você é especialista no que faz.

Você conhece seu embarcador e sabe interagir em negociações para prover soluções.

Então trabalhe com seu cliente de forma a ensiná-lo, mostre como analisar soluções para melhor aperfeiçoar os seus processos.

Exemplo:

  • Vamos supor que o seu cliente seja um hospital
  • Neste hospital existem diversos colaboradores e milhares de diferentes produtos
  • O qual tem um custo elevado de compra destes insumos
  • Pelo motivo de não seguir uma ordem de compras conforme históricos
  • Simplesmente a cada solicitação médica, a quantidade comprada de produtos pelo hospital era a qual o médico acabou de solicitar
  • Sendo assim, pedidos pequenos, margem de negociação baixa

Ao analisar junto com o cliente, foi percebida uma concentração de produtos de alta rotatividade, em poucos fornecedores, porém com quantidade de itens, por compra, em maior quantidade, sendo assim, seu cliente consegue negociar melhores preços, reduzindo assim seus gastos.

Este é um exemplo, entre diversos, os quais você pode interagir com seu cliente, ensinando-o a analisar a melhor maneira para movimentação de seus produtos, buscando sempre redução nos seus gastos.

A IMPORTÂNCIA DO PONTO DE PEDIDO NO JUST IN TIMEA Importância do Ponto de Pedido

O ponto de pedido é um item que tem muita relação com o transportador de cargas, porque é a partir da ação do pedido, da compra, que todo o processo se dá início.

E aí entra você.

Seja a compra de insumos, seja a compra do produto acabado.

Sendo assim, ponto de pedido é a quantidade mínima, limite, que se há em estoque, que uma vez atingida, pode iniciar o pedido de compra.

E como o sistema Just in Time, tem relevância sobre o Ponto de Pedido?

Vamos lá, o sistema Just In Time, está totalmente ligado à produção puxada, onde primeiro há um pedido do cliente (vende-se o produto) e posteriormente a fabricação do mesmo.

Ou seja, seu cliente vendeu, antes mesmo de fabricar, aí você já sabe, seu cliente precisa de uma confiabilidade no seu fornecedor, porque a entrega terá que ocorrer no tempo combinado.

O seu cliente, em sua fábrica, utilizando o sistema Just In Time, responde a altos padrões de qualidade, evitando tempos de espera e respondendo rapidamente as alterações na produção.

Aí reforçamos o seu papel, pois, se você conhece todo o fluxo do seu cliente e conhece não somente a expedição mas também como funcionam os trâmites de recebimento, então há a condição de você prover soluções adequadas ao embarcador.

ESTOQUE DE SEGURANÇA

Estoque de Segurança tem a finalidade de ter um estoque mínimo que garanta a continuidade de produtos para vendas.

O estoque bem administrado pelo embarcador trará sucesso ao negócio, e claro que em conjunto com a sua eficiência.

Aqui cabe também a sua atenção quanto à forma de vendas do seu embarcador, pois temos desde vendas continuadas, até vendas sazonais.

Então você conhecendo como seu embarcador vende, poderá prestar a devida atenção e cuidado quando da sua necessidade de expedição e se programar e disponibilizar por exemplo maior quantidade de veículos para coleta ou entrega, ou não.

A exemplos temos:

  • Supermercados: onde possui recebimentos de produtos de forma continuada e também os produtos sazonais, a exemplo de épocas festivas como páscoa, natal, etc.
  • Fábricas de Confecções: possui fabricação para cada uma das quatro estações do ano, sendo que neste caso, terá expedições maiores, antes da virada de cada estação
  • Gráficas e Editoras: da mesma forma que as fábricas de confecções, as gráficas com finalidade de expedir para colégios e universidades, estas terão uma maior tiragem, um tempo antes de cada bimestre.

Percebemos então a grande necessidade da sua função, também como consultor, pois conhecendo os fluxos de vendas dos seus clientes, poderá se preparar e prestar um excelente serviço quando chegar a hora certa.

Concluímos a parti destes exemplos que a produção do seu cliente poderá se dar, da seguinte forma:

  • Periódica – a reposição será realizada conforme o nível do estoque, havendo assim controle periódico
  • Por ponto de pedido – quando atinge certo nível de quantidade de estoque
  • Contínua – a compra não para, o embarcador tem produção continuada

E você sabendo como funciona todo este mecanismo, poderá também se programar melhor, pois impactará diretamente no seu faturamento e disponibilidade de mais veículos para as coletas e entregas ou não.

CONTEÚDO VIP

Coloque seu e-mail abaixo para receber gratuitamente atualizações, artigos e dicas.

LOTE ECONÔMICO

O lote econômico é um processo onde se busca reduzir custos, e com o resultado positivo desta economia, reinvestir este valor na área em que a empresa necessite ou aproveitando oportunidades no mercado.

Ok, e o que o lote econômico tem haver com Just In Time e o transporte?

Tem tudo haver, a exemplo que o lote econômico foi empregado a partir de 1913, a partir de modelos para pontos de pedidos, sendo estes determinados em dois tipos de lotes:

  • Lote Econômico de compras sem faltas

Onde o consumo é mensal, é determinado e constante e a reposição é imediata quando os estoques zeram

  • Lote econômico de compras com falta

O novo pedido ocorre quando zera determinado produto em estoque

O USO DO JUST IN TIME NO VAREJOUso do Just in Time no Varejo

Varejo é onde temos as vendas de produtos em pequenas quantidades, é a venda direta ao consumidor final, situação esta inteiramente relacionada ao transporte de cargas fracionadas.

E você pode fazer a diferença através do entendimento deste segmento e do processo Just in time.

Vamos a algumas considerações importantes:

  • O fato de seu cliente vender em quantidades pequenas, não quer dizer que venda pouco
  • A exemplo de segmentos como o de confecções, se formos imaginar, somente nesta área há diversos nichos a serem explorados como: roupas para bebês, infantil, esportivo, social, entre vários outros
  • Além do segmento de confecções, temos tantos outros atendidos por você no varejo, que teríamos aqui uma lista enorme, como: farmacêutico, alimentício, gráfico e muito mais.

Ok Ed, mas e na prática para mim? Como consigo tirar maior proveito no varejo?

Primeiro entendendo das capacidades e necessidades do cliente em conjunto com o que você pode propor de solução para ele.

Considerando que o processo para estes clientes tem como prática a redução dos estoques, pois é necessário disponibilizar espaços bem como a necessidade de redução significativa dos tempos de preparação, custos e desperdícios.

Opa Ed, conceitualmente estou entendendo, mas sendo um pouco mais prático, exemplifique mais.

Ok, vamos lá.

Conversando com um parceiro meu, o Caesar, que atua na área de carga fracionada, ele me disse que atendia comercialmente uma empresa de porte médio, fabricante de autopeças na região metropolitana de Curitiba.

Esta empresa empregou o sistema Just In Time em sua linha de produção, tinha tudo muito bem controlado, estoque, pessoal, até mesmo a limpeza do local.

Esta empresa após aplicação do Just In Time reduziu seus estoques, aprimorou sua linha de produção.

Foi criado então, em conjunto com o embarcador, um procedimento de cliente especial para esta empresa, dentro do formato que necessitava, envolvendo as áreas comercial,  operacional e financeira da transportadora e colocamos os procedimentos em prática.

Nestes procedimentos, constavam descrições dos processos do cliente e da transportadora de carga fracionada, que continha as seguintes informações:

  • Dados comerciais quanto à negociação
  • Dados para o setor operacional, para entendimento de como funcionava esta área no cliente e como a transportadora deveria realizar na prática o fluxo da coleta até a entrega
  • Dados para a área financeira, com informações quanto ao faturamento.

Havia ainda mais uma questão importante no processo deste cliente, o seu fluxo de expedição no mês se mantinha, exceto nos três últimos dias do mês, quando a venda de seus produtos chegava a ser quatro vezes maior.

Viram a importância do entendimento do processo do cliente? Este entendimento facilita a sua vida e a do seu cliente.

Uma informação importante é você ter em mente o que pode ser considerada uma desvantagem no processo Just In Time, que é a adequação para este processo a falta de flexibilidade deste sistema produtivo.

Para que você possa se aprofundar nos estudos, abaixo segue links de cases de empresas que implementaram o Just in Time:

CONCLUSÃOEnsine seu cliente sobre just in time

A vantagem de praticar o Just In Time, quando falamos pelo lado do embarcador, está na redução:

  • Dos estoques
  • Dos tempos de preparação
  • De custos, e principalmente
  • De desperdícios.

Com tudo isso, há melhora no tempo, na qualidade de produção conforme planejamento do embarcador, pois visam sempre defeitos zero e melhorias contínuas para eliminar qualquer situação que possa prejudicar toda a cadeia: entrada à processamento à saída.

Sendo assim, entra a necessidade da sua eficiência, pois seu embarcador consequentemente visa trabalhar com:

  • Estoques baixos ou zerados
  • Bem como entregas dentro do prazo justo.

Para tudo isso, faça a seguinte análise sempre! Coloque-se no lugar do seu embarcador sempre.

Lembre-se, Just In Time, está perfeitamente relacionado às necessidades da economia atual, mesmo tendo sido criado em meados da década de 50 no século passado, se mantém atual e sendo implantado largamente em todos os segmentos, desde as indústrias pequenas até as de grande porte.

Entenda para atender o seu cliente!

Agora vem a sua parte, coloque abaixo nos comentários o que você achou deste artigo, vou adorar saber a sua opinião a respeito.

Um grande abraço.
Ed

Contribuiu para este artigo: Caesar Beches Ferraz Vieira