[05/16] PALETIZAÇÃO, PORQUE VOCÊ DEVE PENSAR NESSA TÉCNICA, MESMO QUE SUA EMPRESA SEJA DE CARGA FRACIONADA

Paletização

Paletização, para muitos, pode soar como algo simples e talvez até mesmo desnecessário.

Mas na prática, dentro da nossa série de carga fracionada, você vai ver como este tema tem uma grande importância dentro do ramo de transporte rodoviário de cargas.

Apenas como curiosidade, para você ter noção da importância deste tema, a paletização foi muito usada na Segunda Guerra Mundial.

Então pense:

Se para os militares, que tem que pôr em prática tudo o que há de mais moderno, para ganhar uma guerra, a paletização foi fundamental, então por que nós não vamos usar no nosso dia a dia?

Para muitas empresas, a paletização é fundamental nos processos, desde a armazenagem, passando pela expedição e transporte, até a chegada no destinatário final.

Para abordar este tema, vou te passar diversas dicas para que você analise como é importante entender os fluxos logísticos no detalhe.

Nada que seja um bicho de sete cabeças, mas ter uma transportadora bem organizada é o básico para um futuro com sucesso!!!

Portanto, se você quer saber tudo sobre paletização, com o foco em realmente extrair o melhor deste conceito, então continue lendo este artigo. Nele vamos falar sobre:

1 – O que é paletização na prática
2 – Vantagens e desvantagens da paletização
3 – Entenda se a paletização é uma opção para sua empresa
4 – O que determina se paletiza ou não?
5 – Alguns ramos de fracionado que usam paletização
6 – Características de alguns produtos que usam paletização
7 – Quanto custa a implantação da paletização na sua empresa

Gostou do que vem por aí? Então compartilhe esse post com seus amigos para que mais e mais pessoas entendam o que é paletização, e a importância do seu uso na operação de carga fracionada.

O QUE É PALETIZAÇÃO NA PRÁTICA

O que é paletização

Como você já deve estar acostumado aqui no Frete com Lucro, eu gosto de ir direto ao ponto quando o assunto é conhecimento, assim eu poupo seu tempo e nós dois ganhamos 😉

Por isso, vamos então às questões práticas, quando a paletização é aconselhável:

  • Para melhor acondicionamento da carga
  • Como consequência, a carga fica mais compacta
  • Os produtos, dentro de um padrão, ficam mais protegidos, mais seguros, com menor risco de avarias
  • Torna o processo mais organizado, sendo para uma unitização ou consolidação de carga
  • Quando, dentro de processos legais, como na área de saúde, a paletização é obrigatória:
    • Dentro do estoque
    • Para o transporte
    • Por exigência do destinatário
    • E até mesmo em processos de envios e recebimentos de insumos

Sendo assim, podemos dizer que a paletização consiste em organizar seus produtos de forma compacta em cima de paletes para promover uma melhor organização do estoque e facilitar o transporte da carga dentro ou fora do estoque.

Dependendo do seu ramo de atuação, a paletização pode ser fundamental no transporte e manuseio de cargas.

Cada vez mais, as empresas estão investindo em condições adequadas para aumentar seu desempenho e segurança, no que diz respeito a transporte de cargas, atendendo as expectativas do mercado consumidor.

VANTAGENS E DESVANTAGENS DA PALETIZAÇÃO

Vantagens e desvantagens da paletização

Ok, agora que você já entendeu o conceito de paletização, talvez esteja se perguntando se quais seriam as vantagens de usar este método, não é mesmo?

Por isso, quero te trazer aqui, de forma detalhada, quais são as vantagens e as desvantagens de investir em paletização.

Vale ressaltar, que estou sempre focado em melhorar a sua análise e, consequentemente o seu retorno financeiro!

Então vamos lá!

Vantagens

  1. Tempo de movimentação da carga reduzido. Consequente melhor aproveitamento por homem/hora e melhoria nos tempos ociosos
  2. Melhor utilização dos espaços, podendo a empresa verticalizar em prateleiras o acondicionamento da carga paletizada
  3. Estudos apontam que há uma redução de 40 a 50% no custo da movimentação devido à paletização
  4. Simplificação do controle de inventário
  5. Redução nas avarias significativamente
  6. Redução em furtos, principalmente quando são unitizados com cintas ou filmes
  7. Quando a carga é unitizada, reduz a quantidade de etiquetas, rotulagens, ocasionando assim uma redução na compra de etiquetas e consequentemente nas quantidades de impressões e mão de obra
  8. Redução nos acidentes de trabalho devido à movimentação dos paletes
  9. Os paletes bem acondicionados permitem uma melhor ventilação entre as mercadorias, a exemplo no segmento de alimentos (perecíveis), pois é algo que ajuda na manutenção de uma melhor temperatura aos produtos paletizados
  10. Reduz o tempo de carregamento e descarga de caminhões

Porém, quanto ao último item (#10) vale a ressalva do cuidado entre embarcador (contratante do frete), transportadora (você) e destinatário (recebedor), pois uma das principais condições para um excelente fluxo do processo é a informação.

Sendo assim vamos a algumas considerações importantes:

  • O contratante do frete tem por obrigação ter estrutura para embarcar, esta função não é da transportadora, porém pode vir a ser, se assim for previamente combinado
  • Os produtos paletizados, estando dentro da sua transportadora, ficam sob sua responsabilidade o manuseio entre as filiais
  • Quando da entrega, tem que haver o repasse das informações quanto às particularidades para recebimento, do destinatário final, para a transportadora, pois nem todos os clientes, destinatários finais, fazem parte da gama de clientes os quais a transportadora já entregou, pode assim haver surpresas no ato da entrega

Sobre a última consideração, vale ressaltar que este fluxo de informações começa lá na venda, sendo assim se o seu vendedor ou posteriormente o responsável por este fluxo de informações, não estiver “Perguntando”, alinhado com o seu cliente (comprador), então a operação de vantajosa se transformará em onerosa, pois poderá ocorrer a não entrega, por motivos como:

  1. Não agendamento
  2. Falta de espaço no barracão do destinatário

Sendo assim, quanto maior o número de informações no seu processo, bem como e principalmente o repasse destas informações entre todos os envolvidos, melhor funcionará o seu fluxo e aí sim, vantagem no seu processo!

Com todo este processo envolvendo a paletização, estando todas as partes alinhadas, cliente/transportadora/destinatário, haverá satisfação em todo o fluxo e consequentemente economia.

Ponto de Equilíbrio

Uma situação intermediária de análise sobre vantagens e desvantagens, a qual acredito que seja a mais importante.

Intermediária, pois se não for bem tratada, de uma análise que pode ser vantajosa, poderá se tornar em desvantagem!

Vamos lá!

A viabilidade da paletização ou não dentro do seu negócio poderá encontrada através do famoso ponto de equilíbrio!

Então vamos nos perguntar, quando vou utilizar ou não a paletização no meu negócio? Como calcular o ponto de equilíbrio?

A resposta (em passo a passo) é a seguinte:

  1. Leia este artigo inteiro que escrevi sobre ponto de equilíbrio
  2. Considere os seus custos fixos e variáveis que impactam na operação atual que pode ser paletizada
  3. Agora, considere fazer o investimento em paletização, e entenda o quanto dos seus custos fixos e variáveis irão baixar
  4. Ao final, meça em quanto tempo essa operação paletizada irá te trazer de volta o investimento realizado.

Caso a sua empresa ainda não utilize do recurso da paletização, ou necessita utilizar e você não sabe do impacto deste processo, então é bom incluir os custos deste procedimento, paletização, para obter o resultado esperado.

Outra coisa, não esqueça obviamente do descrito acima neste artigo quanto à questão de informações entre todos os envolvidos, empresa contratante do frete / transportadora / destinatário final, pois isto também impactará se por exemplo se o palete entregue no destino, este retornará ou não, e se sim, como e por qual custo, etc.

O motivo disso tudo é o custo da implantação do sistema versus o custo de manutenção do convencional.

Não existem estudos sobre quando a movimentação paletizada é possível, o processo será viabilizado, sabendo-se o ponto de equilíbrio, o incremento a ser inserido para lucro e posteriormente a confirmação das efetivações das vendas.

Todo este processo, inserindo-se a margem de lucro, deverá também estar com valor de venda competitivo, pois caso contrário, provavelmente não ocorrerá o principal, a venda dos seus fretes!

Sendo assim, a necessidade da paletização se dará:

  • Por necessidade do fluxo de carga aliada as particularidades da necessidade que o produto requer, ou
  • Pelas exigências do destinatário, assim cabe ao remetente à devida análise e implementação

Desvantagens

  1. Custo da paletização. Dependendo do porte da empresa, a desvantagem para a implantação de um sistema para paletizar seus produtos pode ser inviável conforme resultado do exposto quanto ao ponto de equilíbrio, seja pelo custo da implementação, seja pelo impacto que possa vir a acarretar devido ao valor de venda do produto comparado ao da concorrência
  2. Investimento estrutural para o serviço de estocagem
  3. Resistência ao empilhamento
  4. Custo de manutenção de palete, quando palete retornável
  5. Possibilidade de se ter alto grau de padronização de equipamentos e treinamentos
  6. Possibilidade de espaços perdidos dentro da unidade de cargas
  7. Custo devido à necessidade de equipamentos para a movimentação das unidades de cargas
  8. A necessidade de adequação nas docas para embarques e desembarques dos produtos paletizados
  9. Quando da adequação a contêineres, há a possibilidade de espaços perdidos dentro da unidade de carga

ENTENDA SE A PALETIZAÇÃO É UMA OPÇÃO PARA SUA EMPRESA

Vantagens e desvantagens paletização

A paletização pode ser uma opção ou uma obrigatoriedade em uma empresa, tudo depende do foco que cada uma emprega as suas necessidades, bem como das exigências do embarcador.

Falando especificamente de transportadoras, podemos citar que:

  • A paletização faz parte do processo tanto para carga lotação (dedicada) como para transportadoras de carga fracionada
  • A paletização ocorrerá conforme a demanda e necessidade de cada transporte, seja por uma questão de solicitação do remetente, uma imposição do destinatário ou até mesmo uma tomada de decisão da transportadora em paletizar para agilizar o seu processo

Tendo estas considerações, poderemos utilizar veículos de diversos formatos, porém você pode estar pensando:

Só tenho carros baixos, como procedo?

  • Obviamente a adequação a necessidade do transporte com a capacidade do veículo, é algo primordial na análise, no momento da venda do serviço
  • Tendo esta consideração em mente, os envolvidos no processo necessitam saber as dimensões internas dos seus veículos e da porta do mesmo para saber se cabe ou não o manuseio de carga paletizada

Para uma melhor visualização e entendimento quanto a veículos / carros baixos, segue:

  • Veículos utilitários são veículos de cargas leves e que realizam pequenos fretes
  • Se concentram geralmente em regiões metropolitanas

Segue mais uma importante dica sobre este tipo de veículo, este pode ser uma ótima alternativa para entrega em locais com restrição de trânsito, porém são limitados quanto as suas capacidades.

  • Os veículos baixos e/ou de pequeno porte, suportam na média até 1.200 kg.
  • No furgão, preferencialmente a carga será desmembrada (não paletizada) devido ao seu espaço interno
  • Na van, dependendo da configuração, a pesagem até poderá ser maior do descrito acima, podendo também caber paletes, mas este dependerá da configuração de cada van.

É importante ao contratante e primordial para a transportadora saber

  • A metragem cúbica dos volumes (largura x comprimento x altura x a quantidade de volumes (paletizados))
  • Com base nestas informações, temos ideia da necessidade do tipo de veículo, porém não quer dizer que 10m³ de mercadoria paletizada irão caber em uma van que tenha capacidade de 12m3, devido a sua carga, justamente por estar paletizada (de forma estática), porém pode ser que se desmembrarmos esta carga, então esta caiba
  • Há também para o transporte dentro da cidade, um tipo de veículo chamado de VUC – Veículo Urbano de Carga.
  • São veículos também de menor porte, assim como as vans e furgões, porém com uma capacidade um pouco maior, comparado aos furgões e van’s.
  • Para um veículo ser considerado como Veículo Urbano de Carga, ele precisa ter 2,2 metros de largura, 7,2 metros de comprimento e limite de emissão de poluentes (conforme portaria 031/16).

E considerando caminhões?

Obviamente as considerações quanto aos cuidados na negociação e repasses de informações para a concretização do frete, envolvendo remetente, transportador e destinatário, são imprescindíveis, conforme amplamente já descrito acima;

Abaixo segue números quanto à capacidade de veículos de maior porte, “Caminhões”:

  • Toco – possui capacidade de carga de até 6.000 kg – Comprimento: até 14,0 m (esta metragem pode ser variável)
  • Truck – possui capacidade de carga de até 23.000 kg – Comprimento: até 14,0 m (esta metragem pode ser variável)
  • Carreta – possui capacidade de carga de até 29.000 kg – Comprimento: até 18,6 m (esta metragem pode ser variável)

Não esqueça:

  • Considerando o comprimento de cada veículo, a grosso modo, poderemos considerar o comprimento x 2
  • Para a quantidade de paletes que possa caber neste baú (sempre considerando padrão de palete PBR – 1,00 x 1,20m, para estas exemplificações)
  • Porém esta consideração vai variar conforme a largura do caminhão
  • Os tipos de configurações dos baús de cada veículo vão variar conforme a forma que cada comprador mandou configurar o seu baú
  • Alguns podem ter uma capacidade um pouco maior, comparado a outros veículos com configurações semelhantes

O QUE DETERMINA SE PALETIZA OU NÃO?

O que determina a paletização

Essa é uma pergunta muito comum, e que faz muito sentido se você pensar a respeito.

Por isso, eu separei aqui em 2 categorias, para facilitar o entendimento:

Transporte de carga lotação

  • Podemos ter carga paletizada ou não…
  • Dependendo de cada necessidade, em ambos os lados, empresa que vende / empresa que compra
  • Já vivenciei negociações de ambas as formas, exemplo:
    • Uma empresa conhecida do ramo alimentício
    • Quando contratava veículo dedicado, ocorria dependendo dos seus clientes, transporte das duas formas;
      1. Carga acondicionada em carreta, de 15m, de ponta a ponta, sem paletizar e;
      2. Também ocorria a necessidade, dependendo do destinatário, que ter que entregar a carga, paletizada, com padronização, sendo palete PBR e com limitador de altura.

Cada cliente é um cliente, cada tratativa uma tratativa a ser considerada conforme a negociação.

Transporte de carga fracionada

No transporte fracionado, o que implicará na necessidade de paletização, será:

1. Obrigatoriedade legal para o tipo de produto:

  • Exemplo:
  • Embalagens para medicamentos
  • Medicamentos e correlatos
  • Alguns tipos de produtos alimentícios
  • Entre outros

2. Por solicitação e maior cuidado do remetente:

  • Exemplo:
  • Peças, máquinas e equipamentos e produtos eletroeletrônicos com valor agregado considerável
  • Para minimizar impacto de avarias

3. Por cuidado da transportadora para evitar avarias e obter melhor aproveitamento do espaço

4. Por obrigatoriedade para recebimento por conta do destinatário.

Mas Ed, afinal das contas, é o produto que acaba nos “impondo” a condição de paletização?

  • Sim, Isto devido ao cuidado que queremos ter, seja por:
    • Aproveitamento de espaço;
    • Questões legais;
    • Cuidado do remetente, transportadora ou destinatário;
    • Enfim, o produto, dentro de suas condições, adequadas as suas necessidades, culminando em suas questões de cuidados naturais e legais é que acaba ocasionando a necessidade da paletização.
    • É claro que tudo isso, também, depende e muito da quantidade vendida!!!

ALGUNS RAMOS DE FRACIONADO QUE USAM PALETIZAÇÃO

Ramos de fracionado que usam paletização

Veja agora alguns exemplos de ramos que utilizam bastante o sistema de paletização:

  • Calçadista
  • Medicamentos e correlatos
  • Autopeças
  • Alimentício
  • Gráfico
  • Eletroeletrônicos
  • Materiais de construção
  • Entre outros…

Veja agora as características de um produto que utiliza a paletização: bloco de concreto e tijolo em material de construção

  • Segmento de materiais de construção
  • Perfil de produto, pesado
  • Baixo valor agregado

Se fossemos considerar o manuseio de cada item, realizado pelo ser humano, para produção, acondicionamento no armazém, transporte e descarga, o tempo decorrido para realização de cada transporte, seria muito grande, sendo que, se realizado a paletização, o ganho principalmente de tempo, é muito maior.

E tempo é dinheiro $$$$$$$” !!! Por exemplo, com economia de tempo, você pode dispor deste tempo ganho, para focar mais em suas vendas.

DICA: sempre que temos produtos de baixo valor agregado, a necessidade de maior cuidado na contratação, desde a mão de obra, até o transporte é muito grande, pois quanto menor o valor do produto, menor a margem de ganho.

Sendo assim há a necessidade de se ganhar em boas negociações nos processos logísticos, bem como também a necessidade de se vender em grande quantidade, para fazer frente ao custo e, importante, não se esquecendo do “Ponto de Equilíbrio”!!!

Sendo assim, podemos afirmar que o peso também importa muito para a paletização e consequentemente um melhor manuseio da carga.

QUANTO CUSTA A IMPLANTAÇÃO

Quanto custa a paletização

Devemos considerar análises para a implantação de quanto teremos de “custos” para a paletização, utilização de paleteiras e implementação de doca ou plataforma, considerando os seguintes dados:

  • Histórico de vendas e projeção de vendas para um determinado período
  • Orçamento para um período (pré-determinado) – incluindo aí custos fixos e variáveis
  • E consequentemente, análise do ponto de equilíbrio conforme já descrito neste artigo

Com a análise destas dicas, você poderá obter para a sua empresa a viabilidade para:

  • Implementação da compra de paletes e consequente paletização
  • Aquisição ou aluguel de paleteiras
  • A implementação de doca e/ou plataforma hidráulica conforme suas necessidades

O cliente também pode trabalhar com a opção de:

  • Manuseio da carga com paleteiras, sem a necessidade de docas…, ocorre muito esta situação em muitas empresas
  • Quando não possui docas e/ou doca com plataforma hidráulica, ocorre também de o contratante do frete solicitar para coleta e entrega caminhão com plataforma
  • DICA: também tomar cuidado neste caso com a capacidade de carga / peso que o veículo plataforma suporta.

Precificação de Paletes

Segue uma ideia quanto a preços de paletes (FEV/18), os valores de paletes iniciam em:

  • PBR = R$ 17,00 (palete de madeira)
  • Palete sob medida o valor varia conforme tamanho e tipo do produto para confecção do palete
  • Palete de plástico o molde de (25x50x2,5) inicia com valor de R$ 7,00, chegando a montante de R$ 2.500,00 conforme a finalidade e;
  • Palete metálico inicia-se com valor em torno de R$ 100,00 sendo que se não for no formato do tamanho PBR (1,00 x 1,20) valor irá variar conforme variação das dimensões

Preços para paleteiras / empilhadeiras

Quanto aos preços de paleteiras e empilhadeiras, estas variam de marcas e de capacidade quanto à pesagem.

As paleteiras iniciam com um valor de aproximadamente R$ 900,00 (FEV/18) com capacidade de movimentação para até 2,2 ton. para paleteiras manuais, chegando ao valor de R$ 5.000,00 para paleteiras Hidráulicas.

Quanto as empilhadeiras, estas possuem a característica de ter a capacidade de movimentar mais peso, sendo seus preços iniciando a partir de R$ 3.000,00 para empilhadeiras manuais / hidráulicas, chegando a valores acima de R$ 20.000,00 conforme a necessidade.

Doca ou plataforma hidráulica

Doca é uma área de escoamento de produtos de um centro de distribuição, um local da logística destinado ao embarque ou desembarque de produtos.

Ou seja, é através das docas que serão recebidos ou expedidos os respectivos produtos paletizados ou fracionados, nas quais podem ter plataformas hidráulicas ou não, conforme cada necessidade.

Também podemos chamar de plataformas, rampas ou niveladoras de docas são palavras sinônimas para definição de equipamentos utilizados na operação de carga e descarga de mercadorias.

A utilização de doca e plataforma hidráulica vai depender muito de no local de armazenagem ou expedição de se ter esta respectiva estrutura.

Caso não haja condição para estrutura com doca / plataforma hidráulica, então haverá a necessidade da respectiva empresa viabilizar o processo de embarque e desembarque dos produtos paletizados.

Adquirindo ou alugando paleteiras ou empilhadeiras, ou contratando este tipo de serviço junto à transportadora que prestará o serviço, cabendo aí, também à possibilidade de utilização de carro plataforma.

Segue outros nomes utilizados para docas (podendo acrescentar também o nome de niveladora):

  • Niveladora de doca frontal mecânica
  • Niveladora de doca frontal eletro-hidráulica
  • Niveladora de doca embutida mecânica
  • Niveladora de doca embutida eletro-hidráulica
  • Niveladora de doca embutida eletro-hidráulica Telescópica

CONCLUINDO O TEMA PALETIZAÇÃO

Concluindo paletização

A paletização deve ser objeto de estudo pela sua empresa, e se você chegou até aqui é porque realmente está interessado.

Mesmo dentro das cargas fracionadas, existem inúmeras formas de uso.

O que vale mesmo é a pesquisa, e o posterior estudo e entendimento sobre a viabilidade desta forma de trabalho.

Independentemente do tipo de palete escolhido para sua empresa, seja de madeira, plástico ou aço, ou sob medida é preciso levar em consideração vários aspectos conforme elencados neste artigo, mas principalmente, é preciso pensar no palete como qualquer outro equipamento que precisa de manutenção e cuidados específicos, para que tenha uma vida útil mais longa.

Conforme qualquer outro produto e/ou equipamento, o palete vale dinheiro, sendo assim o palete e a paletização, trate-os como recursos comensuráveis da sua estrutura.

Para finalizar, podemos considerar que em um mundo onde a mão-de-obra se torna mais qualificada e cara, o investimento na movimentação mecânica de cargas, considerando efetivamente aqui a paletização, fica cada vez mais atraente!

Agradeço a atenção e espero que este artigo tenha contribuído para o seu dia 🙂

Um grande abraço
Ed Trevisan

Colaborou imensamente para este artigo meu amigo Caesar Beches Ferraz Vieira