[11/19] AVISO! SE VOCÊ NÃO SABE O QUE É CROSS DOCKING, SUA EMPRESA DE CARGA FRACIONADA CORRE GRANDE PERIGO

Crossdocking

Talvez você se pergunte a cada tema abordado:

Como este assunto pode ser um diferencial para o meu negócio no dia a dia?

O transporte de cargas fracionadas passa por mudanças constantes, bem como os serviços prestados por parte dos embarcadores, e nós precisamos estar conectados à novas ideias por mais simples que elas possam parecer.

O exemplo básico que sabemos que ocorre no mercado, onde o jargão “mercadoria parada é dinheiro parado”, logicamente fará para você a relação com Cross Docking, pois dentro desta necessidade do seu embarcador, há a relação com o escoamento de forma eficaz através da sua transportadora.

Então, dentro desta necessidade de escoamento da carga, há a necessidade de você possuir uma clareza diante do seu embarcador onde seu fluxo (Cross Docking) é eficaz através da clareza de informações prestadas quando do embarque, identificação e movimentação da carga.

Este processo ocorrerá de duas formas

  • Quando dos veículos de coleta chegarem a seu barracão, e ao descarregarem realizarem o processo de separação, identificação e despacho para transferência
  • E quando chegar ao barracão de destino realizando o processo de descarga dos veículos de viagem e roteirização para entrega.

Você sabendo o que fazer dentro desse processo e obtendo o conhecimento da forma de atuar do seu cliente, logicamente estará agindo como consultor e poderá demonstrar clareza ao embarcador quanto à:

  • Organização
  • Tempo para realização dos processos e
  • Acuracidade

Para que tudo fique mais claro a respeito do Cross Docking, deixa eu te falar o que você irá encontrar neste artigo:

  • O que é Cross Docking
  • Qual a diferença do Cross Docking e da Armazenagem
  • Porque utilizar o Cross Docking
    • Vantagens
  • + – Quando não é possível utilizar o Cross Docking
    • Desvantagens
  • Ensine seu cliente para ambos lucrarem
    • Como fazer
  • Qual espaço na sua empresa você precisa determinar

Preparado? Então vamos nessa!

O QUE É CROSS DOCKINGO Que É CrossDocking

Cross Docking = Transbordo de Carga, Transferência entre Docas e Combinação em Trânsito.

Eu gosto de traduzir para “doca cruzada”, porque é realmente isso o que acontece, numa doca está o veículo maior e na outra o menor (ou vice-versa)

Ou seja, é o processo de distribuição no qual a mercadoria recebida em um armazém ou terminal de cargas não é estocada, mas sim, imediatamente preparada para o carregamento de entrega.

A ideia do Cross Docking teve início nos Estados Unidos, através do serviço postal americano, onde observaram que através do crescimento do envio de correspondências, houve a necessidade de enviar estes volumes para estações de retransmissão, iniciando aí o processo de Cross Docking.

Na prática hoje, as operações do Cross Docking recebem seus veículos (caminhões) completos ou de coleta/entrega (fracionado) de um ou de diversos embarcadores e realizam dentro das instalações a separação dos pedidos, combinando as cargas por rotas de destino.

Sendo assim, o processo fica da seguinte forma:

  • Através do recebimento de mercadorias em seu terminal de cargas
  • Pode ser através de veículos de coleta/entrega ou de transferência
  • Após o descarregamento do caminhão
  • Faz-se a conferência destes volumes, a identificação (com etiquetas com dados da NFe e da origem e destino) e a roteirização por rota de destino

Todo este processo resulta em expressiva redução de custos de armazenagem para os clientes, bem como otimização para a transportadora.

Logicamente, você precisa ter sincronia total em seus processos internos, para que os produtos do embarcador cheguem ilesos ao destino final.

Existem várias formas pelas quais você pode utilizar o Cross Docking para seu embarcador, aqui eu vou abordar contigo algumas delas para que este processo seja mais simples e prático para o seu aprendizado, segue:

  1. Movimentação de produtos prontos ou acabados – neste processo os produtos prontos passam por um processo de separação e roteirização e são enviados aos destinos finais
  2. Movimentação de produtos não acabados, os quais são produtos que serviram de componente para a fabricação de outro produto
  3. Movimentação de Distribuição – é uma modalidade onde temos consumidores com uma grande quantidade de pedidos, a exemplo do setor B2B (Business To Business), onde uma coleta pode lotar um caminhão, porém teremos diversas entregas

QUAL A DIFERENÇA DO CROSS DOCKING PARA A ARMAZENAGEMDiferença Entre CrossDocking e Armazenagem

A diferença entre Armazenagem e Cross Docking, está principalmente na questão de propiciar ao embarcador a possibilidade de:

  • Não ter dinheiro parado em seu armazém
  • Criar fluxo contínuo de expedição
  • Criar maior organização em sua área de armazenagem
  • Reduzir carga horária de trabalho e consequentemente reduzir custos
  • Propiciar ao seu cliente (destinatário) um fluxo de recebimento contínuo, estando logicamente em direta interação com o embarcador, ocasionando para o destinatário também um nível de armazenagem baixo ou próximo à zero

Sendo assim, buscando soluções econômicas para a gestão do armazém, diversos embarcadores encontraram alternativas de melhorias e redução de custos por meio do Cross Docking e consequente melhor relacionamento e dependência com o transportador.

PORQUE UTILIZAR O CROSS DOCKING

Por Que Utilizar o Cross Docking VANTAGENS

  • Reduzir custos com armazenagem (nesta situação o capital do cliente embarcador pode estar investido em outra área)
  • Fim dos custos indiretos como perdas e gastos com seguros
  • Redução de manuseio e consequente redução de avarias
  • Redução na mão de obra, no tempo utilizado pelo embarcador
  • Consolidação dos produtos para expedição de forma eficaz
  • Relação de entregas ao destinatário de forma mais frequente em pedidos menores
  • Aumento do nível de serviço e maior relacionamento junto aos embarcadores
  • Melhor fluxo de vendas do produto a ser embarcado, devido ao tempo de entrega ser realizado dentro de um planejamento embarcador / transportadora
  • Otimização das atividades em sua empresa melhorando a ocupação dos seus veículos

QUANDO NÃO É POSSÍVEL UTILIZAR O CROSSDOCKINGQuando Não Utilizar o Cross Docking

A não utilização do Cross Docking se dará no transporte dedicado, ponto a ponto, onde não há a necessidade de roteirização (sendo uma coleta → uma entrega).

Também poderemos não ter a utilização do sistema Cross Docking, quando o embarcador utiliza um veículo dedicado, para sua carga fracionada, podendo ocorrer entregas em diversos destinos, porém com um veículo itinerante, saindo de sua base, diretamente para as entregas.

Para as demais necessidades dentro do transporte de carga fracionada, onde se há a necessidade de movimentação de carga para roteirizar, aí teremos a necessidade do Cross Docking.

DESVANTAGENS

  • Não cumprimento de prazos, como tempo de coleta e de chegada do veículo de coleta no terminal de cargas, acarreta no atraso dos veículos de viagem
  • Necessidade constante de capacitação dos seus funcionários
  • Monitoramento quanto à necessidade de a equipe ser bem treinada
  • Área de Cross Docking necessita estar sempre em boas condições para manuseio da carga bem como com excelente sinalização
  • Falha de comunicação e gerenciamento de conflitos, ocorre, pois quando a operação é “nervosa”, geralmente ocorrem imprevistos e junto a eles os conflitos. O cuidado nesta situação é extremamente importante
  • Custeio de preparação, quanto à necessidade de todas as unidades de uma transportadora de estarem preparadas para funcionar no mesmo formato de Cross Docking
  • Se a transportadora tiver uma pequena área para o Cross Docking, deverá ser muito bem estudada e analisada, pois nos horários de pico o processo e acuracidade poderão ser comprometidos
  • Outro fator delicado dentro de uma pequena área para Cross Docking ou má organizada é a questão da desconsolidação e reconsolidação, pois quando estes processos ocorrem com pressão, o que é natural, o fator de se errar é bem provável de acontecer

ENSINE SEU CLIENTE, PARA AMBOS LUCRAREMEnsine seu Cliente

COMO FAZER

O Sistema Cross Docking tem como prévia um sistema de seleção de pedidos por parte do embarcador, ok?

Este sistema tem um fluxo que serve para evitar estocagem em um armazém, funcionar dentro de um processo contínuo conforme programação das vendas e consequente disponibilização desta mercadoria para embarque.

Então, coleta-se os volumes, passa pela área de Cross Docking da sua transportadora, a qual já abordamos, a qual necessita de todo o aparato preparado internamente, de estrutura e de pessoal e depois de roteirizado, segue embarcado para viagem no seu destino final.

Mas, como procurar deixar claro ao cliente a questão dele poder lucrar?

É através da noção do custo de manuseio de sua carga, a qual tem que levar em conta:

  • O peso de sua mercadoria
  • O valor de seus produtos
  • O período de permanência de seu produto armazenado
  • Bem como a necessidade de vazão, de expedição de seus produtos

Com esta análise básica, o embarcador verá que ter um estoque enxuto, tendo rotatividade em suas vendas, produção justa e transportador que enxerga a sua necessidade e proporciona soluções e economia, estará com sua visão de negócio e melhoria contínua aplicada à prática.

Você demonstrando esta simples análise, ganha-ganha, todos ficarão satisfeitos com os resultados obtidos.

QUAL ESPAÇO NA SUA EMPRESA VOCÊ PRECISA DETERMINARQual Espaço

Primeiro, para determinar a área que sua empresa necessita para Cross Docking, você necessita conhecer seus clientes, mais especificamente:

  • O foco de venda do seu cliente e destinos
  • O seu fluxo de carga, considerando movimentação sazonal ou não
  • E o principal de toda esta análise que é o espaço que toda esta carga demandará dentro do seu barracão, pois teremos considerado o espaço do seu caminhão em seu barracão, considerando mais a área de manuseio e mais a área de embarque

Ok, entendi as informações acima, mas posso melhorar esta análise?

E quando tiver vários embarcadores, logicamente necessitarei ter uma área maior para a movimentação de carga na área de Cross Docking, como analisarei estes dados?

A resposta pode ser encontrada com uma ferramenta muito utilizada chamada de Curva ABC.

OK, já ouvir falar desta ferramenta, mas e na prática como iremos aplicar?

Segue uma breve explicação quanto à forma de utilização desta ferramenta.

De posse das informações fornecidas pelo seu cliente quanto a sua volumetria, ou através de histórico que você obtenha da movimentação que seu cliente tem com sua empresa, então você deverá ter os seguintes dados:

  • Origem
  • Destino
  • Quantidade (com dimensões)
  • Peso
  • Valor da mercadoria (neste caso valor da mercadoria é importante a nível de seguro, para saber o quanto em valor você pode movimentar)
  • Preferencialmente com um histórico mínimo de três meses de movimentação, bem como conhecimento quanto a particularidade como por exemplo, movimentação sazonal

Através destas informações, você simplesmente irá classificar os produtos com maior saída, que serão considerados na curva “A” e os de menor saída na curva “C”.

Com estes dados em mãos, de todos os seus embarcadores, então teremos a determinação prévia de fluxo de cargas por rota de embarque e consequentemente a forma de como deveremos melhor organizar as necessidades por rota de embarque.

Mas dentro de tudo isso, podemos ter também a consideração, não tenho estes dados.

Aí você deverá dentro do relacionamento com seu cliente, levantar o mínimo de dados básicos os quais não foram detalhados conforme acima e trabalhar em cima de estimativa, porém este procedimento pode se tornar arriscado.

CONCLUSÃOConclusão sobre Cross Docking

O Cross Docking é o meio do seu processo de coleta / entrega.

É a ferramenta que te proporciona à flexibilidade de atuar como transportador de carga fracionada.

É a ferramenta, que quando você atua como consultor ao seu embarcador, propicia a você criar uma solução ao seu cliente, redução de custos a ele e o melhor de tudo isso, cria o fluxo contínuo de carga para você bem como a consolidação que você necessita para poder estar lucrando.

Por mais que seu embarcador, nos dias de hoje, necessite ter certo nível de estoque, ele terá até determinado limite, e necessitará em certo momento dar vazão para as suas vendas, então se ele já tem esta visão, maravilha, caso contrário explique a ele como funciona e os seus benefícios.

Com tudo isso o sistema ganha-ganha será aplicado e todos sairão ganhando.

Sendo assim é através do Cross Docking que você poderá trazer ao seu cliente economia de tempo, dinheiro, mão de obra e obterá um fluxo de movimentação justa dentro das suas necessidades de compra e venda.

Seja consultor do seu embarcador e mantenha seu fluxo de cargas em alta através da efetividade deste processo.

Boas soluções ao seu embarcador, a você, e bons negócios!