[14/16] CABOTAGEM, VOCÊ SABE O QUE É? ENTENDA COMO ELA PODE REDUZIR CUSTOS DE TRANSPORTES, E OFERECER OPORTUNIDADES DE FRETE, MESMO NO FRACIONADO!

O transporte marítimo e fluvial, apesar de serem os mais antigos comparados aos outros transportes, principalmente o rodoviário, hoje não é o mais comum, particularmente em se falando de Brasil.

Porém, a navegação por cabotagem, entre os portos do nosso país, seja através do mar, seja através dos rios da Amazônia está em franca expansão e para algumas transportadoras rodoviárias o impacto no faturamento já é fato.

Conhecer como funciona a cabotagem, e se for o seu caso entrar em uma parceria com empresas do ramo, para não perder o frete ou pelo menos minimizar este impacto, será importante para manutenção da sua clientela.

Em países desenvolvidos, ou até mesmo em desenvolvimento, já utilizam mais de 35% do seu transporte de cargas através da cabotagem.

Obviamente o nosso país tem grande potencial de desenvolvimento neste setor em decorrência das nossas condições naturais.

As questões como redução no gasto com frete, consolidação da carga, maior segurança quanto ao manuseio e não avaria, bem como menor risco de roubos, maior capacidade de carga pra transportar, redução no impacto com o meio ambiente, são fatores que tem levado muitas empresas a optar pela cabotagem.

Além destas vantagens acima, implementamos para este processo a intermodalidade, formato de transportes cada vez mais comum em busca de uma maior efetividade no translado e redução de custos.

Então, se a cabotagem pode impactar, ou já está impactando no seu negócio de transporte fracionado, o conhecimento das informações que traremos são importantes, pois através delas você poderá tomar ações para não perder faturamento ou pelo menos minimizar a situação caso haja alguma perda

Para ajuda-lo neste conhecimento, abordaremos os seguintes tópicos:

  • O que é cabotagem?
  • Intercalar Modais porque você pode usar a cabotagem para transportar carga fracionada
  • O que você precisa adaptar para conseguir usar a cabotagem
  • Onde a cabotagem é forte e como você pode aproveitar
  • Como funciona o tempo de entrega na cabotagem
  • Qual o custo da cabotagem e como formar o preço do frete

O QUE É CABOTAGEM?

A cabotagem é a navegação doméstica realizada pela costa marítima do próprio país, sendo que no Brasil entra também o porto de Manaus, mesmo sendo realizado através do rio Amazonas e demais rios da região norte do nosso país.

Falando em nível de Mercosul, consideramos cabotagem também o transporte marítimo realizado entre os portos brasileiros, o de Buenos Aires e o de Montevideo devido à União Aduaneira do Mercosul.

Para este caso da União Aduaneira do Mercosul, também pode ser chamada de cabotagem internacional, exceção à regra geral.

Nesta consideração temos a livre circulação de bens (área de livre comércio) com uma tarifa comum a todos os membros, sendo neste caso o Brasil o Uruguai e a Argentina.

Para o transporte marítimo, basicamente existem 2 modalidades:

  • Cabotagem: transporte pela costa do próprio país
  • Longo curso: transporte marítimo internacional entre diferentes países

Vamos agora exemplificar uma situação para não haver confusão:

  1. Um navio de longo percurso (translado internacional)
  2. Descarrega em portos nacionais
  3. E carrega em vários portos brasileiros com destino ao exterior
  4. Neste caso estará realizando transporte marítimo de longo curso e não cabotagem

Para entendermos um pouco mais sobre cabotagem, importante sabermos como ela poder ser classificada, segue:

  • Granéis sólidos: minérios, cereais, sal marinho, açúcar, fertilizantes
  • Granéis líquidos: petróleo e derivados, álcool, combustíveis, produtos químicos diversos, gás liquefeito
  • Carga geral, solta ou conteinerizada: alimentos, máquinas, eletrodomésticos, eletrônicos, veículos, bobinas de papel ou aço, botijões de gás

Como vemos a flexibilidade de transporte por cabotagem para diversos segmentos é uma opção e se viável for, uma alternativa para redução de custos.

INTERCALAR MODAIS, POR QUE VOCÊ PODE USAR A CABOTAGEM PARA TRANSPORTAR CARGA FRACIONADA

No Brasil temos 7.491 mil quilômetros de costa, considerando este modal mais seguro e econômico, torna-se uma lógica usarmos essa estrada marítima ou fluvial para o transporte de carga.

Então você pode me perguntar, mas para a carga fracionada também? O foco deste modal não são os transportes de commodities?

O foco é com certeza o transporte de commodities, porém, sendo um transporte mais seguro e econômico, caso ele se encaixe às suas necessidades de transporte, vale a pena você utilizar o transporte fracionado utilizando do transporte de cabotagem.

Considerando a intermodalidade, ou seja, uso de vários modais para o transporte de uma mesma carga, será processo natural à utilização de caminhões no início do processo até a concretização no destino, sendo realizado o transporte por navio no meio deste fluxo.

Para exemplificar um pouco mais como está o desenvolvimento desta modalidade e verificar se é viável, vamos a alguns números

O crescimento anual médio, desde 2011 da cabotagem no Brasil foi de 13,01%, se mantendo mesmo com a economia desaquecida.

Para se ter uma ideia comparando o total de  movimentação entre modais:

  • 63% do transporte é utilizado através do modal rodoviário
  • 21% através das ferrovias (mais econômico que o rodoviário)
  • 13% através do aquaviário (mais econômico que o rodoviário)
  • 3% através do modal aéreo

Apenas em nível comparativo, na China mais de 50% da produção é escoada pelo modal aquaviário.

Na União Europeia a cabotagem representa 37% da movimentação interna.

E como eu posso concluir que a cabotagem pode ser mais rentável?

Um exemplo simples é a questão da consolidação, a capacidade gigantesca que os navios tem para armazenar e transportar carga, já é de se imaginar a possibilidade de redução de custo nesta condição.

Ok, e dentro deste cenário, como posso usar o transporte de carga fracionada na cabotagem?

Você utilizará deste modal, realizando inclusive a intermodalidade, modais rodoviário e aquaviário quando:

  • Você utilizar da estrutura porta a porta, da mesma forma quando o transporte é realizado no modal rodoviário
  • Quando forem percursos longos, principalmente acima de 1000 km, porém cabe análise conforme necessidades de prazo
  • Quando for obrigatório, como nas regiões norte, a utilização de navios e balsas para poder chegar ao destino
  • E principalmente deverá se analisar devido à possibilidade de redução de custos com frete

O QUE VOCÊ PRECISA ADAPTAR PARA CONSEGUIR USAR A CABOTAGEM 

Da mesma forma que há necessidade de adaptação para transportar em outros modais, na cabotagem não é diferente.

As adaptações necessárias para realizar o transporte por cabotagem são:

  • Conhecer do planejamento quanto à frequência das escalas dos navios, pra poder programar os embarques
  • Ter definido junto ao operador o valor orçado da cotação do frete
  • Reservar espaço para alocação do container no navio (geralmente realizado pela empresa que contratada para realizar este tipo de serviço)
  • Documentação correta: origem, destino, recebedor da carga
  • Ter programado como será realizado o transporte rodoviário, origem – porto e após chegada do navio no destino, porto – destinatário final

Além das informações acima, você necessitará também analisar:

  • Acesso à disponibilidade de informações quanto ao trânsito da carga
  • Definir o transportador marítimo que o operador logístico utiliza
  • O tempo de entrega

Ok, as informações acima são básicas e necessárias, semelhantes em alguns aspectos ao do rodoviário.

Além das informações acima, quando da contratação do operador logístico, necessita se informar também quanto ao tipo de container que será utilizado, pois cada formato de container tem uma finalidade:

  • Contêiner de Carregamento final, inclusão completa – Dry Box
  • Contêiner de Carregamento lateral, inclusão completa
  • Contêiner de Abertura de Topo – Open Top
  • Contêiner Isolante
  • Contêiner para Refrigerados
  • Contêiner de Volume Líquido – Tanque
  • Contêiner Para Transporte de Volume Seco
  • Contêiner de Prateleiras Retas
  • Contêiner Para Automóveis
  • Contêiner de Animais vivos
  • Contêiner de Coberta marítima
  • Contêiner High-Cube
  • Contêiner Para Vestuário

ONDE A CABOTAGEM É FORTE E COMO VOCÊ PODE APROVEITAR

O foco no segmento o qual você atua, conhecendo a fluxo de carga do seu cliente embarcador, origem e destino, vai ser primordial para saber onde buscar focar o envio ou o recebimento da carga nesta modalidade da cabotagem.

Conforme o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), se torna mais viável aplicar o transporte por cabotagem considerando a distância a partir de 1.000 km, ou percurso menor, quando couber estar utilizando ou obrigatório for.

Para melhor entendermos, abaixo segue uma tabela onde mostra quais percursos (origem e destino), foram ou não considerados viáveis para se usar a navegação de cabotagem.

  • Quando do cruzamento linha e coluna aparecer à letra “S”, é considerado viável
  • Quando do cruzamento linha e coluna aparecer à letra “N”, não é considerado viável

Obs.: a título de informação, foram identificados com asterisco os percursos que devem precisar da navegação interior.

COMO FUNCIONA O TEMPO DE ENTREGA NA CABOTAGEM

Para sabermos o tempo de entrega, necessitamos entender como funciona o fluxo da origem ao destino. Então devemos considerar:

  • Ponto de partida, a coleta na origem
  • Na sequência a mercadoria passa por um terminal de consolidação
  • E devemos observar a frequência de saída de navios
  • O prazo de translado do navio
  • Prazo de recebimento de cargas
  • Na sequência vem a desconsolidação
  • Entrega no cliente final

Em linhas gerais, este é o fluxo.

Agora, quanto ao prazo efetivo entre portos, para sabermos, obviamente há a necessidade de termos os dados básicos e consulta-los juntamente a empresa contratada para realizar o transporte marítimo, porém segue um exemplo de como as empresas informam:

  • Origem
  • Local de consolidação
  • Então é informado os dias de corte, para seguir viagem e
  • Tempo de viagem
  • Tempo de desconsolidação e entrega no destino final

Abaixo descrevo as principais empresas de cabotagem em nosso país, os quais prestam assessoramento comercial e operacional para a realização deste transporte.

QUAL O CUSTO DA CABOTAGEM E COMO FORMAR O PREÇO DO FRETE

Conforme estudo do Ipea, o custo da cabotagem se torna mais atrativo comparado ao do rodoviário, considerando uma distância a partir de 1.000 km, sendo que em média a redução nos gastos comparados ao transporte rodoviário gira em torno de 25% a 30% .

Quanto à precificação, necessitamos inicialmente saber os dados da carga.

Os dados necessários para solicitar uma cotação são:

  • Quantidade, tipo de embalagens, bem como suas dimensões. Consequentemente com estes dados teremos a metragem cúbica
  • Tipo de mercadoria. Se houver restrição para o tipo de produto, há a necessidade de informar que tipo de restrição e demais particularidades do produto
  • Peso total
  • Origem
  • Destino

Além dos dados acima devemos levar em consideração também alguns detalhes a mais como:

  • Se o frete será porta a porta (está sujeito a um valor mínimo)
  • Seguro (ad valorem)
  • ICMS (conforme legislação)
  • Custo de emissão do Cte

Com base em todos estes dados, a empresa prestadora de serviços para o transporte de cabotagem poderá disponibilizar o valor do frete.

CONCLUSÃO SOBRE CABOTAGEM

Como costumo salientar, estar antenado no mercado, conhecer como seu cliente trabalha desde o recebimento de cargas dos seu fornecedores e envio da carga ao destino, é fundamental para a permanência e crescimento do seu negócio.

Vimos que o modal que mais cresce desde 2011, cerca 13,01% ao ano em média é o de cabotagem.

Então, se a cabotagem está afetando os seu negócio, ou você se adapta, e pode por exemplo se tornar um intermediador também deste processo, ou você pode estar fadado a perder fretes, principalmente os de longa distância e que são geralmente os mais rentáveis.

Se adequar as necessidades do mercado, e firmar parcerias para uma mudança que está ocorrendo e deverá crescer cada vez mais, pode ser uma saída para manter e ampliar negócios.

Um último comentário, para ficarmos atentos ao mercado de cabotagem:

  • Vamos considerar um universo quanto à capacidade de transporte de cabotagem de 100%
  • Destes 100%, hoje é realizado em nosso país apenas 25% da capacidade total
  • A cabotagem está se firmando e crescendo como vimos neste artigo
  • E consequentemente tem 75% de crescimento ainda pela frente
  • Se para um navio de porte, este chega a tirar 2000 carretas das estradas
  • Imagine com o desenvolvimento que ainda deve acontecer

Com base nestas informações, podemos imaginar a médio e longo prazo o impacto deste desenvolvimento.

Conhecimento, desenvolvimento, foco, adaptação, mudanças e inovação são condições para a nossa sobrevivência no mercado globalizado de hoje!

Esperamos ter contribuído com estas informações.

Bons negócios a todos!