[INFOGRÁFICO] ROUBO DE CARGAS: 37 DICAS DE OURO PARA EVITAR O PIOR

roubo de carga

Roubo de carga é um problema gigantesco no Brasil atualmente.

Tenho certeza absoluta de que, ou você já foi roubado, ou conhece alguém que teve a carga levada por ladrões.

Veja todos os detalhes sobre Roubo de Carga no infográfico logo abaixo.

Eu irei compartilhar 37 dicas testadas e comprovadas que irão te ajudar a evitar que sua carga seja roubada, mesmo que você saiba que 100% de segurança não existe.

Veja algumas estatísticas abaixo sobre Roubo de Carga:

  • A indústria do roubo de cargas representa atualmente mais de 1 bilhão de reais por ano no Brasil;
  • O estado de São Paulo representa sozinho mais da metade das ocorrências;
  • A Rodovia Anhanguera é onde acontece o maior número de ocorrências em todo o Brasil;
  • 42% das abordagens dos ladrões acontecem durante a entrega.

Pensando na importância do assunto, o Frete com Lucro produziu um rico infográfico com as melhores dicas sobre como você pode evitar o Roubo de Carga.

Clique aqui ou na imagem abaixo para baixar uma versão em alta qualidade desse infográfico:

infografico-roubo-de-cargas

» Clique Aqui para baixar uma versão em Alta Resolução desse infográfico «

Compartilhe esse Infográfico no seu site (copie e cole o código HTML)

Você gostou desse Infográfico sobre Roubo de Carga?

Aplique no seu dia a dia na estrada, ou com os motoristas da sua empresa.

Se você gostou desse artigo e infográfico, por favor compartilhe com seus amigos.

E para ficar por dentro de mais materiais como esse, basta se cadastrar na nossa lista de e-mail para ser o primeiro a receber novas atualizações!

CONTEÚDO VIP

Coloque seu e-mail abaixo para receber gratuitamente atualizações, artigos e dicas.

PARTE #1: 8 ESTATÍSTICAS SOBRE ROUBO DE CARGA

  1. Em 20 anos, o roubo de carga cresceu 600% no Brasil:
    • 1994: 2.570 ocorrências;
    • 2001: 7.220 ocorrências;
    • 2008: 12.800 ocorrências;
    • 2015: 16.120 ocorrências.
  2. Os valores roubados atualmente no país passam de 1 bilhão de reais:
    • 1994: R$ 102 milhões;
    • 2001: R$ 466 milhões;
    • 2008: R$ 805 milhões;
    • 2015: R$ 1 bilhão.
  3. O nível de risco de roubo de cargas por estado brasileiro:
    • Severo:
      • São Paulo;
      • Rio de Janeiro.
    • Alto:
      • Minas Gerais;
      • Bahia;
      • Rio Grande do Sul.
    • Elevado:
      • Santa Catarina;
      • Paraná;
      • Goiás;
      • Pernambuco;
      • Ceará;
      • Alagoas;
      • Paraíba;
      • Pará.
    • Moderado:
      • Mato Grosso;
      • Tocantins;
      • Espírito Santo;
      • Distrito Federal;
      • Maranhão;
      • Roraima;
      • Amapá;
      • Amazonas.
    • Baixo:
      • Mato Grosso do Sul;
      • Rondônia;
      • Piauí;
      • Rio Grande do Norte;
      • Sergipe;
      • Acre.
  4. No estado de São Paulo, as ocorrências acontecem principalmente na capital:
    • Capital: 57%;
    • Região metropolitana: 23%;
    • Interior: 20%.
  5. Entre as rodovias mais assaltadas no país estão:
    • SP-330 – ANHANGUERA 17%;
    • BR-116 – DUTRA 14%;
    • BR-116 – RÉGIS BITTENCOURT 11%;
    • BR-381 – FERNÃO DIAS 9%;
    • SP-348 – BANDEIRANTES 7%;
    • SP-280 – CASTELO BRANCO 6%.
  6. Dos produtos levados pelos ladrões, estão:
    • Alimentos: 25% das ocorrências, o que representa 13% dos valores roubados;
    • Eletrônicos: com 16% das ocorrências, representa 29% dos valores.
  7. Quase a metade das abordagens dos ladrões acontecem durante a entrega:
    • Durante a entrega: 42%;
    • Com o caminhão em movimento: 22%;
    • Outros: 36%.
  8. As penas de prisão por envolvimento com roubo de cargas ainda são muito baixas, principalmente por receptação:
    • Roubo de carga: 4 a 10 anos de prisão;
    • Receptação: 1 a 4 anos de prisão.

PARTE #2: 37 DICAS PARA EVITAR O ROUBO DE CARGA

Com cuidados especiais você tem grandes chances de evitar o pior, na estrada não dá para brincar, então fique atento a estes conselhos:

Antes de sair

1. Antes de pegar a estrada, tome todas as providências necessárias para uma viagem responsável;
2. Guarde sempre os documentos do veículo com você, em vez de deixá-los no porta-luvas;
3. Não deixe de fazer marcas pessoais nos principais componentes de seu veículo, que permitam rapidamente sua identificação;
4. Se não conhecer o trajeto, procure se informar sobre postos de serviço, ou de combustíveis, que são confiáveis;
5. Não revele a estranhos a natureza de sua carga, seu trajeto a percorrer e seu destino;
6. Não viaje armado. Dificilmente você poderá defender-se de um ataque de surpresa, principalmente com o veículo em movimento;
7. Sempre que possível obtenha licença legal e instale em seu veículo rádio transmissor da chamada “Faixa do Cidadão”, para comunicação permanente com outros motoristas e com os postos da polícia rodoviária;
8. Viaje durante o dia, reservando a noite para descanso. Quando necessitar viajar à noite, procure formar comboio com outros caminhões.

Rodando na estrada

9. Ao cruzar um outro veículo de carga e notar qualquer comportamento anormal, avise a polícia rodoviária no posto mais próximo;
10. Ao notar que algum veículo está seguindo seu caminhão, avise a polícia rodoviária, imediatamente;
11. Crie códigos de alerta com seus companheiros de estrada, servindo-se dos equipamentos normais de sinalização;
12. Cuidado com falsas blitz com veículos descaracterizados;
13. Desconfie de veículos que permaneçam à frente ou atrás do caminhão por muito tempo em baixa velocidade;
14. Dificulte o quanto puder a escalada de ladrões à cabine de seu caminhão;
15. Não dê carona;
16. Não pare para prestar auxílio a mulheres, crianças ou pessoas acidentadas – chame a polícia rodoviária;
17. Sempre mantenha contato com alguém conhecido quando estiver em zona de risco, seja um amigo do trabalho ou um familiar, para que alguém possa monitorar enquanto você passa por essa área.

Nas paradas

18. Dê preferência em abastecer seu veículo em locais onde possua amigos ou conhecidos. Na dúvida, escolha aqueles situados na área urbana das cidades do percurso;
19. Estabeleça regras de acompanhamento com seus patrões ou seus familiares, comunicando-se com eles em intervalos regulares em locais pré-determinados;
20. Estacione somente em áreas iluminadas;
21. Esteja muito atento nas imediações do local onde receber a carga, pois é nessa área em que ocorre o maior número de abordagens pelos ladrões;
22. Fique alerta com pessoas rodeando o veículo quando estiver parado com seu caminhão;
23. Não contrate “chapas” desconhecidos;
24. Não deixe de examinar as partes vitais de seu veículo (freios, embreagem, parte elétrica, etc.). Após uma parada regular, alguém pode tentar sabotar seu caminhão;
25. Não deixe seu veículo sem vigilância, ainda que por poucos instantes, quando se ausentar para tomar banho ou alimentar-se;
26. Não estacione no acostamento para dormir – procure pernoitar em locais seguros, com boa iluminação e movimentação;
27. Nunca pare em lugares isolados e desertos, pois são propícios para assaltos.

Se for assaltado

28. Se baterem propositalmente em seu veículo, permaneça com as janelas fechadas e portas trancadas e dirija-se à cabine policial mais próxima;
29. Caso você seja abordado fique calmo e anuncie seus movimentos ao assaltante. Não faça movimentos bruscos e procure obedecer para não irritar o assaltante;
30. Pense primeiro em salvar a sua vida. Somente depois disso, pense em seu carro e seus pertences;
31. Tenha em mente que o objetivo dos assaltantes é a carga e não a vida do caminhoneiro;
32. Não encare o bandido olho no olho, mas preste atenção às suas características físicas, para que a polícia consiga fazer o melhor retrato falado possível;
33. É importante manter-se atento aos comentários e às conversas dos assaltantes para registrar se eles darão alguma pista do seu paradeiro;
34. Tente guardar mentalmente o maior número de detalhes que serão úteis para a investigação policial.

Depois

35. Ligue imediatamente para o 191, número de emergência da Polícia Rodoviária Federal, pois é importante que as buscas sejam iniciadas antes de 72h do ocorrido;
36. Informe a empresa, e registre um boletim de ocorrência (B.O) na delegacia de polícia mais próxima. Quanto mais cedo à polícia for notificada, maior será a chance de a quadrilha e a carga serem localizados;
37. A comunicação é uma importante arma contra o crime organizado. Se você passou por uma situação como esta, informe seus amigos, relate o que aconteceu.

 

CONTEÚDO VIP

Coloque seu e-mail abaixo para receber gratuitamente atualizações, artigos e dicas.