Pedágio

Quem trabalha com transporte rodoviário sabe da importância que os custos com pedágio têm no final do mês. Dos 211.468 km de rodovias pavimentadas no país, apenas 7,31% estavam pedagiadas até 2013, o que parece pouco, mas torna o Brasil o país com a maior extensão de rodovias com concessão no mundo. Além disso, muitas das rodovias sob concessão estão no eixo São Paulo / Paraná, por onde passam os caminhões da maioria das transportadoras no país. Ou seja, o custo com pedágio sempre irá inspirar Continue lendo

Generalidades no Transporte Rodoviário de Cargas

Quando o assunto é o cálculo de fretes, você tem ideia do que são as generalidades? Você sabia que pode ter a oportunidade de cobrar algum valor a mais (no frete) por aquele serviço adicional, que normalmente passava batido? O cálculo de fretes é um tema amplo, que envolve uma série de peculiaridades, e fatalmente muitas delas precisam ser vistas em separado. Se você vem me acompanhando nesta série sobre como calcular o frete corretamente, deve saber que já passamos pelos principais fatores que compõem a Continue lendo

GRIS - Gerenciamento de Risco

Você sabe o que é GRIS? E como ele deve ser incorporado no valor do frete? Abreviado de GRIS, o Gerenciamento de Risco é um custo muito importante, e de extrema necessidade quando você transporta cargas valorizadas. Se você trabalha com transportes, muito provavelmente já precisou fazer uso de empresas de Gerenciamento de Risco. O maior dos motivos é a exigência de seguradoras, mas nada impede que você faça a contratação deste serviço visando a própria segurança do veículo e motorista. Mas e na hora de Continue lendo

Ad Valorem

Você conhece bem o conceito de Ad Valorem? As empresas de transporte rodoviário de cargas precisam utilizar alguns componentes para fazer o preço final do frete a ser cobrado do embarcador. É aí que entra o Ad Valorem, também conhecido como Frete Valor, ele representa uma cobertura pelos riscos que o transportador pode correr para transportar uma carga. O cálculo do Ad Valorem precisa englobar todas as variáveis que envolvem esse risco, afinal muitas vezes somente o custo de uma carga, se avariada, perdida ou roubada, Continue lendo

Custo indireto: por que os autônomos se esquecem

Você é caminhoneiro autônomo? Se a sua resposta for sim, então eu queria que você refletisse se realmente considera todos os custos da sua atividade. É bem provável que você não faça isso, e não porque você não queira, mas porque muitas vezes falta conhecimento a respeito do tema. Desde que comecei a atuar na área de transporte rodoviário de cargas, pude perceber que a classe de caminhoneiros autônomos sofre para conseguir manter as contas em dia, e o problema quase sempre está no preço recebido Continue lendo

Constellation

O custo direto de cada caminhão deveria estar tão claro na cabeça do seu dono quanto a água que bebemos todos os dias. É tendo uma resposta de pronto sobre o custo direto, toda vez que precisar fazer o cálculo de fretes, que você estará apto para decidir se determinado frete vale a pena ou não. Mesmo não sendo o custo direto o único item da sua planilha de cálculo de fretes, ele é sem dúvida o mais importante. No entanto, muitos caminhoneiros autônomos e Continue lendo

Iveco - Custo Variável

Custo variável é definitivamente a conta que vai determinar o sucesso ou o fracasso do seu negócio de transporte rodoviário de cargas. Sim, a diferença em olhar da forma mais consistente e completa possível para o custo variável é enorme. E ainda assim, mesmo tendo consciência desta importância, muitos donos de transportadoras e caminhoneiros autônomos não prestam a devida atenção nesse custo. Ao escolher olhar para esta conta todos os dias você estará tomando uma decisão que pode ter um impacto positivo imediato, além de ser a Continue lendo