COMO CONSEGUIR BONS FRETES DE RETORNO SEM VENDER A SUA ALMA

frete de retorno - vista do mar

Quantas vezes você fez aquele frete bacana para alguma região, mas ficou frustrado porque não conseguiu um bom frete de retorno e voltou vazio?

Eu sei bem o que é isto, este é sem dúvida um dos maiores problemas dos motoristas autônomos e das transportadoras.

Se dentro do mês você começa a perceber que o frete de retorno simplesmente não está acontecendo já bate aquele desespero com relação às contas.

É o financiamento do caminhão para pagar, é a conta do diesel no posto, é aquela manutenção que você fez há alguns dias e a oficina já está te ligando.

Neste artigo, o meu objetivo é mostrar que é possível reduzir os riscos em voltar para casa “batendo”.

Continue lendo esse artigo para saber mais sobre:

  • os tipos de frete de retorno;
  • a importância do planejar o retorno;
  • onde você pode encontrar fretes;
  • dicas para decidir se vale a pena pegar o frete;
  • as vantagens e desvantagens em voltar carregado.

O FRETE DE RETORNO NO BRASIL

Por ser um país imenso, o Brasil possui inúmeras possibilidades de rotas para os transportadores.

Estas rotas levam, muitas vezes, à regiões cuja economia é desenvolvida, e as chances de conseguir um frete de retorno são maiores.

Porém quando o caminhoneiro vai até regiões mais afastadas, ou regiões com poucos habitantes, é quase certo que voltará com o caminhão vazio.

Este é um dos fatores que mais contribuem para o aumento do custo do transporte rodoviário brasileiro, é uma conta em que ninguém ganha:

  • O cliente reclama que o custo do frete é alto;
  • O transportadora reclama (com razão) que o valor do frete não compensa.

Imagine viajar milhares de quilômetros para um lugar sabendo que não tem nada por lá para você trazer na volta?

Além disso, não é incomum um caminhão voltar vazio de regiões mais desenvolvidas também. Estima-se que entre 30% e 40% dos retornos no Brasil são com caminhão vazio.

Meu objetivo contigo não é apenas que você consiga qualquer frete de retorno e continue sobrevivendo, mas que tenha lucro, para prosperar e crescer.

4 TIPOS DE FRETE DE RETORNO

estrada no campo

O tipo de frete que você consegue no retorno para casa é fundamental para estimar tempo e rentabilidade.

Para saber se é interessante pegar a carga você precisa entender cada um deles.

Retorno #1. Carga Fechada

Também chamada de carga lotação, é quando a carga do cliente ocupa toda a capacidade do veículo.

Normalmente a mercadoria é coletada na origem e segue diretamente para seu destino, sem paradas.

Deveria ter um valor de frete mais justo pois está ocupando toda a capacidade do veículo, com um valor (produto transportado) de nota fiscal mais alto.

Porém na prática o que acontece geralmente é um frete pesado que, se não for bem avaliado, pode gerar prejuízo por causa de manutenções, além disso gera um maior consumo de diesel.

Retorno #2. Carga Dedicada

A carga dedicada acontece quando a mercadoria no veículo é exclusiva, de um único cliente.

É diferente da carga lotação porque não precisa lotar o veículo, apenas pertencer a um único cliente.

É praticamente regra nesta modalidade que o destino da carga seja único também, sem necessidade de paradas adicionais.

Retorno #3. Carga Fracionada

Agregar numa mesma viagem cargas de diferentes clientes, mas com características semelhantes, é transportar uma carga fracionada.

Organizar vários produtos dentro do veículo, nota fiscal de cada cliente, além de diferentes endereços de entregas, é mais trabalhoso do que entregar uma única carga.

Porém as chances de conseguir um lucro maior pela viagem são grandes.

A carga fracionada como um frete de retorno só acontece se você já tem contatos no destino, e já organizou este retorno com antecedência. Esperar para conseguir várias cargas de diferentes clientes até lotar o veículo é algo praticamente impossível de acontecer na prática.

Retorno #4. Carga Urgente

Como diz o nome a carga é urgente, precisa chegar no destino com segurança e o mais breve possível.

Este tipo de carga é normalmente exclusivo e, via de regra, o valor do frete é maior.

Atualmente existem muitas empresas especializadas em cargas urgentes. As maiores empresas no setor possuem veículos de todos os tamanhos, porém as menores empresas especializaram-se em cargas de pequeno porte.

Ter um bom relacionamento com estas empresas, localizadas no destino de sua carga, pode ser uma grande sacada para conseguir bons fretes de retorno.

ESQUEÇA O BOM FRETE DE RETORNO SE VOCÊ NÃO SE PLANEJOU!

trevo de 4 folhas

Você pode até conseguir um excelente frete de retorno em uma das viagens, mas você me contaria sobre isto alegando que foi sorte, não é mesmo?

E sorte é algo que não acontece com a gente todo dia.

Como não podemos depender da sorte a minha recomendação para você é PLANEJAR.

Vou listar aqui 5 dicas para você se planejar antes da viagem de ida.

Dica # 1. Cobre o frete de ida e volta em regiões de menos fluxo

Se for aceitar um frete para regiões menos desenvolvidas você precisa colocar no valor do frete o custo da volta.

Eu sei que o mercado está difícil e que você não pode rejeitar fretes, mas muitas vezes é melhor ficar em casa do que aceitar um frete que te trará prejuízo.

Dica # 2. Liste as cidades do roteiro

Entre na internet, pesquise sobre a cidade para onde a carga será levada, pesquise a rota por onde irá ocorrer a viagem. Você precisa explorar as regiões em busca de informações.

Com uma lista das cidades da rota na mão você pode pesquisar por oportunidades de frete.

Você pode até voltar um trecho vazio, mas no meio do caminho pode pegar aquele frete de retorno que compensará a viagem.


Está gostando deste artigo? O que acha de baixar uma cópia em PDF gratuitamente?

MATERIAIS GRATUITOS
[PDF] COMO CONSEGUIR BONS FRETES DE RETORNO SEM VENDER A SUA ALMA

Dica # 3. Estabeleça relações com empresas em cidades de destino constante

Você sabe que não pode abraçar o mundo, não é? Não dá para listar uma quantidade imensa de empresas para fazer contato e perguntar por fretes.

A minha sugestão é que você foque num ramo específico, consiga o contato de até 10 empresas de uma região e mantenha uma relação.

Sempre que viajar para este trecho terá maiores chances de conseguir um frete de retorno.

Dica # 4. Faça contato com pequenas empresas de cargas urgentes

Como eu citei acima, nos tipos de frete de retorno, as cargas urgentes são formadas por empresas de transporte de todos os tamanhos, porém as menores não possuem caminhões e carretas, focam nas encomendas pequenas.

Essa é uma ótima oportunidade para você divulgar seus serviços.

Imagine quantas pequenas empresas de cargas urgentes existem nas cidades por onde você costuma passar?

Não espere mais, procure agora na internet por estas empresas e seja feliz … calma, vamos terminar a leitura deste artigo primeiro 😉

Dica # 5. Seja cuidadoso com o tempo

De nada adianta você:

  1. Fazer todo um planejamento da rota;
  2. Pesquisar feito louco por empresas no trecho;
  3. Estabelecer uma relação com estas empresas;
  4. Conseguir um excelente frete de retorno.

Se na hora de pegar a carga você atrasa horas ou até dias.

Eu sei que a vida na estrada não é fácil e imprevistos acontecem a todo momento.

Porém você pode criar rotinas para tentar evitar ao máximo estes problemas:

  • Pesquise antes de sair como estará a condição das estradas;
  • Veja a previsão do tempo, uma medida simples com esta pode mudar o horário em que você irá dormir para não pegar um temporal e atrasar a viagem;
  • Entenda os horários de carregamento e descarregamento dos clientes.

ONDE E COMO PROCURAR POR FRETES DE RETORNO

homem de chapéu mirando com uma lupa

Transportar mercadorias é uma profissão antiga, assim como a tarefa de encontrar fretes.

Com a tecnologia, os hábitos estão mudando e, mesmo que de forma lenta, novos costumes vão se estabelecendo.

Todas as formas, sejam antigas ou modernas, são válidas para você atingir seu objetivo, que é conseguir bons fretes de retorno.

Vou listar aqui 8 segredos para encontrar estes fretes. Eu no seu lugar usaria todos eles:

Segredo #1. Crie listas

Este segredo vale para muitas coisas na minha visão, criar listas é um hábito que você precisa adquirir, pois elas serão as melhores fontes de procura quando você precisar.

Ter contigo listas de cidades de um trecho que você sempre faz, das cidades próximas, dos potenciais clientes, dos agenciadores de carga e dos chapas, é algo que pode te salvar de retornar vazio.

Segredo #2. Visite os Portos Secos

Você sabe o que é um Porto Seco?

Porto Seco é um espaço que oferece serviços de armazenagem, movimentação e despacho aduaneiro de mercadorias importadas ou exportadas.

Tem como uma das finalidades descongestionar os portos, aeroportos e zonas de fronteira da atividade de internalizar cargas que são importadas, transformando-as em uma carga legal e não um contrabando.

No Brasil já são mais de 40 Portos Secos, a maioria nas regiões sul e sudeste, você pode saber onde estão localizados clicando aqui.

Visitando Portos Secos você estará se familiarizando com uma quantidade enorme de cargas sendo movimentadas, e poderá tirar proveito disso conseguindo um frete de retorno.

Segredo #3. Desenvolva atendimento para regiões com associação de empresas que atuam no mesmo segmento

No Brasil existem inúmeras regiões onde pequenas e médias empresas se uniram para competir e colaborar ao mesmo tempo, tendo maiores chances na concorrência com empresas de outras regiões ou grandes grupos.

Estas alianças são chamadas de APL´s (arranjos produtivos locais).

A vantagem para o transportador em se relacionar com uma pequena ou média empresa é que o acesso é mais fácil, e muitas vezes acontece diretamente com o dono.

Como exemplos de regiões para visitar estão:

  • Vale dos Sinos, no Rio Grande do Sul: indústria de calçados femininos;
  • Criciúma, em Santa Catarina: indústria de revestimentos cerâmicos;
  • Cianorte, no Paraná:  empresas no ramo de confecções.

Para ver a relação completa, inclusive por ramo de atividade, clique aqui.

Segredo #4. Entenda a estrutura de potenciais clientes no seu ramo de transportes

Se você pretende focar em grandes empresas você precisará entender muito bem a estrutura de departamentos da empresa, isto é fundamental para que você chegue na pessoa certa a ser contatada.

2 em cada 3 grandes empresas centralizam a contratação de novos transportadores, ou seja, ir numa filial para tentar conseguir encaixar pode não ser uma boa ideia.

Segredo #5. Busque embarcadores que trabalham com transporte colaborativo

Grandes indústrias estão todo dia procurando uma forma de reduzir seus custos. Uma das formas que elas encontraram foi preocupar-se com o retorno vazio dos veículos das transportadoras.

Por isto elas desenvolveram o transporte colaborativo, que é aliança com outros embarcadores do mesmo segmento para obter carga de retorno, formando um ciclo fechado de movimentação de cargas.

Segredo #6. Mantenha um contato frequente com agenciadores de cargas

Este profissional é bastante criticado pelos carreteiros por ganhar altas comissões, porém ele é muito importante no dia a dia porque pode encontrar aquele frete que você não acharia sozinho.

O agenciador de cargas sempre irá se valer da lei de oferta e demanda, se houver mais fretes do que caminhões ele irá oferecer um preço melhor pelo serviço.

Agora se a oferta de fretes for baixa e a demanda de carreteiros for alta ele vai baixar o máximo que puder.

Isto é uma regra de mercado da qual você pode reclamar ou encontrar meios para vencê-la.

Pense no agenciador de carga como uma opção, mas ela não é a única. O que você deve fazer é considerá-la quando valer a pena.

Por isto o segredo com os agenciadores de carga é feito de:

  • Criar uma lista de agenciadores por região onde você costuma enviar cargas;
  • Conversar com estes agenciadores sempre que possível, quem não é visto não é lembrado;
  • Informá-los sempre que estiver indo para região deles, hoje em dia uma mensagem de WhatsApp ou Facebook é o suficiente.

Com rotinas como estas você aumenta as suas chances de conseguir um frete de retorno com estes profissionais.

Segredo #7. Procure fretes na internet da forma correta

A internet tem ajudado bastante a disseminar a oferta e a procura por fretes, porém os valores oferecidos por embarcadores e agenciadores de carga muitas vezes desanimam o transportador.

Porém não dá para generalizar e dizer que todos os fretes são ruins, é possível encontrar bons fretes mas para isso você precisa usar tempo.

Boas oportunidades nunca estarão estampadas na 1ª página, e se estiverem outro já pegou.

Você precisa “fuçar” pelas inúmeras ferramentas que existem atualmente de fretes online, considerando algumas questões importantes:

  • pesquise também nas cidades do trecho, e não somente na cidade de destino;
  • faça uma lista de agenciadores de carga: alguns aplicativos fornecem uma lista destes profissionais, que você pode usar para fazer contato, mesmo que eles não estejam oferecendo nenhum frete naquele momento;
  • considere fretes que parecem inviáveis pelo preço se você já tiver outro frete de retorno que não lotou a carroceria do veículo.

Vou escrever no futuro um artigo completo sobre os fretes online, se você deseja ser avisado quanto este artigo estiver publicado coloque seu e-mail abaixo.

CONTEÚDO VIP

Coloque seu e-mail abaixo para receber gratuitamente atualizações, artigos e dicas.

Segredo #8. Treine muito bem os seus motoristas

Se você é um transportador autônomo, então este artigo já é uma forma de aprendizado e conhecimento, agora se você possui uma transportadora é fundamental que estes conhecimentos sejam repassados também aos seus motoristas.

Muitas vezes a chave para conseguir um bom frete de retorno é um motorista que saiba como procurar, e também saiba negociar o melhor preço.

Um bom treinamento dos motoristas, explicando no detalhe cada ponto discutido aqui, pode gerar ganhos tanto para a transportadora quanto para o próprio motorista.

DECIDINDO SE VALE A PENA O FRETE DE RETORNO

placas brancas com céu azul

Até aqui você já aprendeu sobre os tipos de frete de retorno, algumas dicas de como fazer um bom planejamento antes da viagem de ida, e os segredos para encontrar estes fretes.

Porém de nada adianta fazer tudo isto e acabar trazendo uma carga cujo valor do frete não paga nem as despesas com óleo diesel e pedágio, não é mesmo?

Por isso vamos falar agora sobre como calcular se o preço do frete de retorno está bom ou não, e quando você deve aceitar o preço ou retornar vazio mesmo.

O cálculo mais simples

Alguns caminhoneiros autônomos procuram usar um método simples para definir se o valor do frete está razoável, chamado de 3 por 1.

Vou colocar um exemplo de um frete de retorno, em que o veículo sairá de São Paulo retornando para Curitiba, no Paraná.

  • Distância: 403 km
  • Média do veículo: 3,5 km por litro
  • Preço do óleo diesel: R$ 2,70

403 (km) / 3,5 (km por litro) x 2,70 (R$) = R$ 310,89 (403 dividido por 3,5 dá a quantidade de litros a ser gasta na viagem, e multiplicado por 2,70 dá o valor em R$ de combustível na viagem)

310,89 x 3 = R$ 932,66 (310,89 multiplicado por 3 [regra do 3 para 1] dá o valor total a ser cobrado de frete pela viagem)

Por fim, o valor do km rodado neste caso é de R$ 2,31

R$ 932,66 : 403 = R$ 2,31 (valor total do frete dividido pela distância em km)

Segundo os caminhoneiros autônomos, este método de cobrar 3 vezes o valor gasto com óleo diesel é justificado porque:

  • a 1ª parte é usada para pagar o combustível;
  • a 2ª parte é o salário do motorista;
  • a 3ª parte é para cobrir gastos com manutenção mecânica, pneus, IPVA, depreciação do veículo e o lucro;
  • os gastos com pedágio, alimentação e hospedagem são cobrados à parte.

IMPORTANTE: este é um método que está no mercado há muitos anos, porém não é possível dizer se retrata a realidade ou não, com certeza alguns motoristas conseguem chegar nestes valores, outros não. Tudo depende da oferta e demanda por fretes.

Um método sugerido

Você poderá baixar gratuitamente uma planilha que desenvolvi para calcular a viabilidade do frete de retorno.

Ela não se baseia em variáveis como valor do óleo diesel ou a média do veículo porque eu entendo que você já fez estes cálculos quando pegou o frete de ida.

Meu objetivo contigo é saber se vale a pena pegar determinado frete com base no valor do seu frete de ida, além do peso da carga e o tempo de espera.

MATERIAIS GRATUITOS
PLANILHA DE CÁLCULO DE VIABILIDADE DO FRETE DE RETORNO

 

VANTAGENS E DESVANTAGENS DO FRETE DE RETORNO

relógio de areia

Não há dúvidas que ter um frete de retorno é ótimo na maioria das vezes, porém é preciso avaliar caso a caso para não acabar tendo prejuízo em algumas situações.

Por isso vejas as vantagens e desvantagens em voltar para casa carregado.

Vantagens em retornar para casa com uma carga

Renda extra no final do mês

Se a cada 2 viagens que você fizer em 1 você voltar vazio não haverá renda extra no final do mês, mas se conseguir negociar sempre um frete de retorno provavelmente conseguirá guardar um pouco daquele dinheiro que você está a tempos tentando.

Melhora o senso de produtividade

A produtividade é o resultado dos ganhos que você têm divididos pelas horas de esforço gastas.

 

Você, melhor do que eu, sabe como é ruim voltar durante horas com um caminhão vazio, a impressão que dá é que não se está produzindo nada.

Desenvolvimento de novos clientes

Não é sempre que acontece, mas um frete de retorno pode abrir as portas para novos clientes, um serviço bem executado pode levar a outro, e as suas chances de sempre voltar carregado são maiores.

Desvantagens do caminhão carregado na volta

Tempo de espera do motorista

Um motorista pode ficar dias esperando por um frete de retorno, aumentando sua carga de stress, saudades da família e insatisfação com o trabalho.

Isto o impede de pegar outros fretes quando voltar, que possivelmente seriam melhores do que ficar esperando na cidade de destino.

Maior desgaste do veículo, e maior consumo de combustível

Se o valor do frete for bom não tem problema, agora se o valor do frete for baixo tem que considerar o peso da carga, porque um caminhão pesado gasta mais combustível e gera um maior desgaste de pneus, freios e manutenção.

Além disso o motorista fica mais cansado, porque precisa ter mais atenção na estrada por causa do peso.

RECAPITULANDO – CONCLUSÃO

traseira do caminhão

Os fretes de retorno podem ser uma ótima forma de você conseguir pagar suas contas ou até conseguir aquele lucro extra no final do mês, mas nem por isso você deve aceitar qualquer frete, precisa avaliar cada caso para tomar uma decisão.

Abaixo coloco um resumo do que você viu neste artigo

4 tipos de fretes de retorno

  • Carga fechada;
  • Carga dedicada;
  • Carga fracionada;
  • Carga urgente.

Planejamento

  • Cobre o frete de ida e volta em regiões de menos fluxo;
  • Liste as cidades do roteiro;
  • Estabeleça relações com empresas em cidades de destino constante;
  • Faça contato com pequenas empresas de cargas urgentes;
  • Seja cuidadoso com o tempo.

Onde e como procurar por fretes de retorno

  • Crie listas;
  • Visite os Portos Secos;
  • Desenvolva atendimento para regiões com associação de empresas que atuam no mesmo segmento;
  • Entenda a estrutura de potenciais clientes no seu ramo de transportes;
  • Busque embarcadores que trabalham com transporte colaborativo;
  • Mantenha um contato frequente com agenciadores de cargas;
  • Procure fretes na internet da forma correta;
  • Treine muito bem os seus motoristas.

Decidindo se vale a pena o frete de retorno

  • O cálculo mais simples;
  • Um método sugerido.

Vantagens

  • Renda extra no final do mês;
  • Melhora o senso de produtividade;
  • Desenvolvimento de novos clientes.

Desvantagens

  • Tempo de espera do motorista;
  • Maior desgaste do veículo, e maior consumo de combustível.

Obrigado por chegar até aqui, compartilhe sua opinião nos comentários e não esqueça de se inscrever em nossa lista de e-mails para receber avisos sobre novos artigos.

CONTEÚDO VIP

Coloque seu e-mail abaixo para receber gratuitamente atualizações, artigos e dicas.

  • mozart lima de oliveira

    Gostei muito do conteudo ,ja que me foi muito util pois penso em ingressar na area de transportes autonomo ,sendo que vc abordou assuntos que todos se deparam nesta area que o valor da carga e o retorno ,espero novos postagens sobre o assunto.Parabens e muito Obrigado.

    • Obrigado Mozart, espero continuar contribuindo e que você possa ter sucesso como autônomo. Abraço!